Briefing para desenvolvimento web: 6 dicas para tornar o seu impecável

Briefing para desenvolvimento web: 6 dicas para tornar o seu impecável   20 / agosto / 2017


Se o objetivo é gerar expressividade para um negócio ou produto na rede, é indispensável criar um briefing, para ele, um website para divulgar suas características, diferenciais e contatos, certo?

E você já parou para pensar no quão importante é o alinhamento das expectativas do cliente e do desenvolvedor para com o projeto?

Para garantir que ambos trabalhem com foco no mesmo resultado, é fundamental que seja elaborado um briefing de qualidade. Quer entender um pouco mais sobre o processo do briefing? Então confira abaixo 6 dicas para otimizar o seu!

Antes de mais nada…

Vamos repassar um breve conceito de briefing para que fique mais fácil entender como ele funciona e por que é tão importante.

O Dicionário Michaelis define Briefing como um termo da área jornalística e de publicidade, sendo o “ato de transmitir informações básicas, instruções, normas, etc., elaborado de forma concisa, para orientar a execução de um determinado trabalho.” Deu pra ver que “orientação” é a palavra-chave desse conceito, não é?

No desenvolvimento web as coisas também seguem a mesma lógica: o briefing alinha, orienta e detalha as expectativas e objetivos principais do cliente para o desenvolvedor, buscando facilitar a fluidez do projeto e otimizando a entrega de um resultado final satisfatório para todos os envolvidos!

O briefing perfeito!

Mantendo em mente a busca pela clareza e pelo alinhamento de expectativas entre o cliente e o desenvolvedor, listo abaixo algumas dicas para se construir um briefing didático, funcional e prático. A forma como estas dicas serão incorporadas dependerá do método do desenvolvedor, muito embora seja de senso comum que conversas tidas pessoalmente enriquecem o briefing para além das informações pontuais que são obtidas por meio de conversas por redes sociais, e-mail ou até telefone.

Quer entender um pouco mais sobre o processo do briefing para web? Então clique e confira 6 dicas para otimizar o seu! Click To Tweet

DICA 1: descrevendo o objetivo do projeto:

Antes de mais nada, é preciso esclarecer o objetivo do projeto. Como é o posicionamento do negócio na web? O objetivo criar um website para potencializar a presença na rede ou revitalizar um projeto já existente?

DICA 2: conversando é que se entende!

Conhecer a fundo o negócio ou serviço para qual o website será desenvolvido é um grande trunfo para o desenvolvedor. Portanto, se você possui um negócio e quer uma boa página para ele, prepare-se para abrir o coração. Insira na conversa detalhes de como seu negócio surgiu, o que ele envolve, quais seus diferenciais e qual o perfil dele em relação ao mercado. Explique também como seu negócio se posiciona no mercado e quais estratégias de marketings já são usadas. Isso ajudará o desenvolvedor a pensar seu projeto de forma personalizada, encontrando para ele plug-ins e recursos específicos.

DICA 3: alinhando os aspectos técnicos:

Após a conversa inicial, já é possível partir para um papo mais direcionado à parte técnica do negócio. Nesse momento, os alinhamentos dirão respeito ao público-alvo do serviço (e aqui é importante buscar o máximo possível de detalhamento! Saber detalhes sobre o público que busca um serviço faz com que o desenvolvedor consiga falar melhor a língua daquele que deve ser impactado pelo projeto.), metas de curto, médio e longo prazo, diferenciais do serviço em relação à concorrência, serviços oferecidos. Nesse momento da conversa, já será possível construir um esboço preliminar das abas do site e do conteúdo abordado em cada uma delas.

DICA 4: conhecendo a concorrência e as referências:

Não deixem de alinhar, durante o briefing, os principais concorrentes do segmento e o que cada um deles faz de melhor e de pior. Possuir parâmetros comparativos auxilia –e muito! – na construção de um projeto que supere expectativas. Façam isso também com sites, em geral, que possuam ferramentas e recursos que agradem ao cliente. Essa etapa do briefing auxilia na construção da aparência buscada pelo cliente para seu projeto.

DICA 5: desenvolvedor, organize-se!

No briefing inicial já é possível elencar o que há de material consolidado sobre aquele negócio ou serviço e o que precisará ser elencado no momento de construção do site. É importante que o desenvolvedor se organize para possuir em mãos todas as informações necessárias no momento de colocar a mão na massa. Estabelecer um contato amigável durante o briefing tornará o processo de coleta de informações adicionais mais simples e fácil.

DICA 6: deixe o processo às claras!

Sabemos que o cliente deseja ver o resultado final do serviço contratado com o máximo de agilidade possível e que, por sua vez, o desenvolvedor precisa de um tempo-base para criar um projeto funcional e que atenda às necessidades do cliente. O briefing pode ser o momento inicial para deixar às claras esta etapa do processo. Conhecendo o timing do cliente, é possível para o desenvolvedor planejar-se em função do prazo que possui, negociando de antemão a necessidade de mais ou menos tempo para concluir o serviço acordado.

 

Para ajudar na otimização de seu processo de briefing, preparei um modelo para guiar a conversa entre cliente e desenvolvedor. Clique aqui, baixe o seu e depois me diga se o documento te ajudou!

Briefing para desenvolvimento web: 6 dicas para tornar o seu impecável

Briefing para desenvolvimento web: 6 dicas para tornar o seu impecável


Se o objetivo é gerar expressividade para um negócio ou produto na rede, é indispensável criar um briefing, para ele, um website para divulgar suas características, diferenciais e contatos, certo?

E você já parou para pensar no quão importante é o alinhamento das expectativas do cliente e do desenvolvedor para com o projeto?

Para garantir que ambos trabalhem com foco no mesmo resultado, é fundamental que seja elaborado um briefing de qualidade. Quer entender um pouco mais sobre o processo do briefing? Então confira abaixo 6 dicas para otimizar o seu!

Antes de mais nada…

Vamos repassar um breve conceito de briefing para que fique mais fácil entender como ele funciona e por que é tão importante.

O Dicionário Michaelis define Briefing como um termo da área jornalística e de publicidade, sendo o “ato de transmitir informações básicas, instruções, normas, etc., elaborado de forma concisa, para orientar a execução de um determinado trabalho.” Deu pra ver que “orientação” é a palavra-chave desse conceito, não é?

No desenvolvimento web as coisas também seguem a mesma lógica: o briefing alinha, orienta e detalha as expectativas e objetivos principais do cliente para o desenvolvedor, buscando facilitar a fluidez do projeto e otimizando a entrega de um resultado final satisfatório para todos os envolvidos!

O briefing perfeito!

Mantendo em mente a busca pela clareza e pelo alinhamento de expectativas entre o cliente e o desenvolvedor, listo abaixo algumas dicas para se construir um briefing didático, funcional e prático. A forma como estas dicas serão incorporadas dependerá do método do desenvolvedor, muito embora seja de senso comum que conversas tidas pessoalmente enriquecem o briefing para além das informações pontuais que são obtidas por meio de conversas por redes sociais, e-mail ou até telefone.

Quer entender um pouco mais sobre o processo do briefing para web? Então clique e confira 6 dicas para otimizar o seu! Click To Tweet

DICA 1: descrevendo o objetivo do projeto:

Antes de mais nada, é preciso esclarecer o objetivo do projeto. Como é o posicionamento do negócio na web? O objetivo criar um website para potencializar a presença na rede ou revitalizar um projeto já existente?

DICA 2: conversando é que se entende!

Conhecer a fundo o negócio ou serviço para qual o website será desenvolvido é um grande trunfo para o desenvolvedor. Portanto, se você possui um negócio e quer uma boa página para ele, prepare-se para abrir o coração. Insira na conversa detalhes de como seu negócio surgiu, o que ele envolve, quais seus diferenciais e qual o perfil dele em relação ao mercado. Explique também como seu negócio se posiciona no mercado e quais estratégias de marketings já são usadas. Isso ajudará o desenvolvedor a pensar seu projeto de forma personalizada, encontrando para ele plug-ins e recursos específicos.

DICA 3: alinhando os aspectos técnicos:

Após a conversa inicial, já é possível partir para um papo mais direcionado à parte técnica do negócio. Nesse momento, os alinhamentos dirão respeito ao público-alvo do serviço (e aqui é importante buscar o máximo possível de detalhamento! Saber detalhes sobre o público que busca um serviço faz com que o desenvolvedor consiga falar melhor a língua daquele que deve ser impactado pelo projeto.), metas de curto, médio e longo prazo, diferenciais do serviço em relação à concorrência, serviços oferecidos. Nesse momento da conversa, já será possível construir um esboço preliminar das abas do site e do conteúdo abordado em cada uma delas.

DICA 4: conhecendo a concorrência e as referências:

Não deixem de alinhar, durante o briefing, os principais concorrentes do segmento e o que cada um deles faz de melhor e de pior. Possuir parâmetros comparativos auxilia –e muito! – na construção de um projeto que supere expectativas. Façam isso também com sites, em geral, que possuam ferramentas e recursos que agradem ao cliente. Essa etapa do briefing auxilia na construção da aparência buscada pelo cliente para seu projeto.

DICA 5: desenvolvedor, organize-se!

No briefing inicial já é possível elencar o que há de material consolidado sobre aquele negócio ou serviço e o que precisará ser elencado no momento de construção do site. É importante que o desenvolvedor se organize para possuir em mãos todas as informações necessárias no momento de colocar a mão na massa. Estabelecer um contato amigável durante o briefing tornará o processo de coleta de informações adicionais mais simples e fácil.

DICA 6: deixe o processo às claras!

Sabemos que o cliente deseja ver o resultado final do serviço contratado com o máximo de agilidade possível e que, por sua vez, o desenvolvedor precisa de um tempo-base para criar um projeto funcional e que atenda às necessidades do cliente. O briefing pode ser o momento inicial para deixar às claras esta etapa do processo. Conhecendo o timing do cliente, é possível para o desenvolvedor planejar-se em função do prazo que possui, negociando de antemão a necessidade de mais ou menos tempo para concluir o serviço acordado.

 

Para ajudar na otimização de seu processo de briefing, preparei um modelo para guiar a conversa entre cliente e desenvolvedor. Clique aqui, baixe o seu e depois me diga se o documento te ajudou!

Obrigado pelo seu tempo!

Se você gostou e achou esse conteúdo útil para você, compartilhe-o para que outras pessoas tenham acesso.

TAGS: Área de Atuação, Briefing, Cases, Cliente, Concorrentes, Público Alvo, Seguimento

Author

José Roberto

Desenvolvedor Full Stack há mais de 16 anos e mais de 400 projetos desenvolvidos, apreciador de coisas simples(Churrasco, Futebol, Família), um apaixonado pelo seu trabalho e especialista na plataforma WordPress.