Guia do trabalho remoto para desenvolvedores

Guia do trabalho remoto para desenvolvedores   12 / julho / 2017


Ter mais controle sobre o próprio horário de trabalho, poder viajar ou se mudar quando quiser e passar mais tempo com a família. Todas essas são as motivações que levam as pessoas a sonharem com o trabalho à distância. E o principal motivo: se livrar do trânsito e das dificuldades inerentes à rotina de 8 horas de escritório. Por tudo isso, trabalhar remotamente vem se tornando o objetivo de muitos profissionais na área de desenvolvimento ao redor do mundo. Porém, no Brasil ainda são poucas as empresas que adotam de maneira extensiva a cultura do trabalho remoto, o que acaba fazendo com que cada vez mais desenvolvedores brasileiros procurem empresas fora do país que tenham essa cultura.

E você será que está pronto para um trabalho remoto?

Isso depende de uma reflexão sobre qual etapa da jornada do desenvolvedor você se encontra, pois o trabalho remoto exige muita responsabilidade — afinal, ele depende única e exclusivamente da sua disciplina e motivação.
Disciplina: É necessário estabelecer um planejamento claro sobre as atividades diárias, assim como se propor metas para as atividades, criando uma rotina e estabelecendo metas a cumprir durante o dia de trabalho. Pois as distrações podem e vão aparecer como filhos pedindo a atenção, aquele programa de TV, o sofá confortável pedindo uma soneca ou a tentação de ficar mais tempo dormindo de manhã.
Motivação: Tenha a certeza de que você é capaz de se manter auto motivado, e é capaz de acordar na hora certa e se manter produtivo. Por isso o trabalho remoto é mais recomendado para aqueles que já tenham ao menos 8 anos de experiência com desenvolvimento em empresas e que se sintam capazes de fazer o trabalho sem supervisão presencial de alguém.

O trabalho remoto passo a passo

Conseguir  migrar para a rotina de um trabalho remoto não é uma operação simples, mas está longe de ser um bicho de sete cabeças como muitos pensam. Podemos dividir a busca por essa oportunidade em 3 etapas: Procurando VagaContratação e Pagamentos.

Como encontrar trabalho

Muitas pessoas acabam desistindo justamente por não saberem onde encontrar vagas — apesar de existirem centenas de sites e fóruns disponibilizando oportunidades remotas, a falta de um processo claro e único intimida muitas pessoas.

Encontrar trabalhos seja como freelancer ou como programador remoto não é uma ciência exata, exige flexibilidade, maturidade e visão do mercado em geral. Mas tudo isso você vai aprimorar com a prática, então vamos focar em procurar oportunidades na internet que possam se encaixar no seu perfil de programador.

Existem várias maneiras de encontrar trabalho, como os sites de emprego, sites de freelancer, as comunidades, no Linkedin e etc. Vamos ver algumas delas.

Eu vou listar um conjunto de sites onde você pode encontrar vagas para se candidatar, então vamos lá:

Confira aqui alguns sites que você pode conseguir trabalhos remotos:
JobsGithubLandingJobsRemote OKStackOver Flow JobsRUBY JOBS BRAZILTRAMPOS.COAPinfoAngel ListWe Work Remotely.

Agora vamos aos sites de trabalhos como freelancer:
Freelancer.com99FrellasWorkanaProlancerGetNinjas.

Contratação

Bem, após encontrar a oportunidade você vai precisar se regularizar, já que o leão do imposto de renda não deixa passar nada. Caso o trabalho remoto seja para empresas no Brasil você pode escolher o modelo CLT ou PJ — recentemente discuti esse assunto numa postagem aqui no blog —  Reforma trabalhista para desenvolvedores.

Já para empresas internacionais, é recomendado que você tenha um contrato de prestação de serviços. Afinal, você não é contratado no modelo formal e esse contrato vai comprovar a origem e legalidade do dinheiro. Existem dezenas de modelos de contrato de prestação de serviço pela internet, mas lembre-se que cada caso é um caso — entrar em contato com algum advogado ou mesmo algum outro colaborador remoto da mesma empresa é uma boa jogada para não ter erro.

Pagamentos

Existem diversas opções quando falamos do pagamento. Obviamente, para trabalho remoto em empresas brasileiras não existe mistério algum, porém quando falamos de empresas internacionais precisamos escolher corretamente que plataforma/meio usaremos para garantir a sua segurança jurídica e não ter problemas na hora de declarar o imposto referente ao valor recebido.

  • Swift: Amplamente usado pela comunidade de desenvolvedores, é possível receber o dinheiro através de uma transferência bancária. É necessário apenas enviar todos os dados da transação para que a empresa no exterior possa efetuar o envio para um banco no Brasil. Apesar de ser extremamente simples de se fazer, a grande desvantagem do Swift é a cobrança de custos dos dois lados da operação.
  • Paypal: Talvez o mais conhecido de todos, o PayPal é uma ferramenta estável, segura e com credibilidade no mercado, sendo uma solução simples de se usar. Porém, é necessário ter cuidado ao usar a plataforma com empresas que você está fazendo negócios e ainda não adquiriu total confiança. Existem relatos de empresas que entraram com uma disputa e o dinheiro foi congelado sem retorno. Má fé existe em todo o lugar — vá com cautela e faça o máximo de pesquisa sobre a empresa antes de escolher esta forma de pagamento.
  • TransferWise: Aqui a empresa efetua o envio do dinheiro e ele cai automaticamente na sua conta, geralmente no prazo de 1 dia útil. A grande vantagem dessa opção é a baixa taxa cambial ou como eles mesmo falam — a taxa de câmbio justa. Outra opção similar ao TransferWise é o Xoom, um serviço do PayPal.
  • Husky: O Husky é um startup brasileira que promete simplificar o processo de pagamento para trabalhadores remotos. Você envia a sua documentação e a da empresa para que o Husky possa fazer a curadoria. Aprovada a documentação eles disponibilizam contas bancárias no exterior. Você repassa os dados bancários para a empresa que vai pagar e assim que identificam um pagamento em seu nome, transferem o dinheiro em reais direto em sua conta do Brasil, tudo isso cobrando apenas uma taxa única. Simple as Pie.
  • Bitcoin: Apesar do buzz que a criptomoeda vem fazendo nos últimos anos, ainda são poucas pessoas que optam por essa modalidade. Sua grande vantagem é a quase inexistência de taxas para movimentação entre países e a baixa burocracia. Utilizar essa solução no início não é tão simples, porém existem diversos fóruns e sites na internet que podem te ajudar como o BitcoinBrasil.

Conclusão

Escolher se tornar um programador remoto ou freelancer exige responsabilidade mas pode ser um grande salto para uma vida mais plena e feliz. Então eu aconselho que caso esse seja o seu desejo, você se organize para ter alguns meses financeiramente garantidos para poder iniciar sem desespero. Pois terá meses que irá chover Jobs e outros que não aparecerão nada, então é imprescindível ter um dinheiro guardado para essas ocasiões.

Por experiência digo que para mim o mês de novembro a março são os meses mais difíceis de aparecer jobs então fica o alerta.

 

Guia do trabalho remoto para desenvolvedores

Guia do trabalho remoto para desenvolvedores


Ter mais controle sobre o próprio horário de trabalho, poder viajar ou se mudar quando quiser e passar mais tempo com a família. Todas essas são as motivações que levam as pessoas a sonharem com o trabalho à distância. E o principal motivo: se livrar do trânsito e das dificuldades inerentes à rotina de 8 horas de escritório. Por tudo isso, trabalhar remotamente vem se tornando o objetivo de muitos profissionais na área de desenvolvimento ao redor do mundo. Porém, no Brasil ainda são poucas as empresas que adotam de maneira extensiva a cultura do trabalho remoto, o que acaba fazendo com que cada vez mais desenvolvedores brasileiros procurem empresas fora do país que tenham essa cultura.

E você será que está pronto para um trabalho remoto?

Isso depende de uma reflexão sobre qual etapa da jornada do desenvolvedor você se encontra, pois o trabalho remoto exige muita responsabilidade — afinal, ele depende única e exclusivamente da sua disciplina e motivação.
Disciplina: É necessário estabelecer um planejamento claro sobre as atividades diárias, assim como se propor metas para as atividades, criando uma rotina e estabelecendo metas a cumprir durante o dia de trabalho. Pois as distrações podem e vão aparecer como filhos pedindo a atenção, aquele programa de TV, o sofá confortável pedindo uma soneca ou a tentação de ficar mais tempo dormindo de manhã.
Motivação: Tenha a certeza de que você é capaz de se manter auto motivado, e é capaz de acordar na hora certa e se manter produtivo. Por isso o trabalho remoto é mais recomendado para aqueles que já tenham ao menos 8 anos de experiência com desenvolvimento em empresas e que se sintam capazes de fazer o trabalho sem supervisão presencial de alguém.

O trabalho remoto passo a passo

Conseguir  migrar para a rotina de um trabalho remoto não é uma operação simples, mas está longe de ser um bicho de sete cabeças como muitos pensam. Podemos dividir a busca por essa oportunidade em 3 etapas: Procurando VagaContratação e Pagamentos.

Como encontrar trabalho

Muitas pessoas acabam desistindo justamente por não saberem onde encontrar vagas — apesar de existirem centenas de sites e fóruns disponibilizando oportunidades remotas, a falta de um processo claro e único intimida muitas pessoas.

Encontrar trabalhos seja como freelancer ou como programador remoto não é uma ciência exata, exige flexibilidade, maturidade e visão do mercado em geral. Mas tudo isso você vai aprimorar com a prática, então vamos focar em procurar oportunidades na internet que possam se encaixar no seu perfil de programador.

Existem várias maneiras de encontrar trabalho, como os sites de emprego, sites de freelancer, as comunidades, no Linkedin e etc. Vamos ver algumas delas.

Eu vou listar um conjunto de sites onde você pode encontrar vagas para se candidatar, então vamos lá:

Confira aqui alguns sites que você pode conseguir trabalhos remotos:
JobsGithubLandingJobsRemote OKStackOver Flow JobsRUBY JOBS BRAZILTRAMPOS.COAPinfoAngel ListWe Work Remotely.

Agora vamos aos sites de trabalhos como freelancer:
Freelancer.com99FrellasWorkanaProlancerGetNinjas.

Contratação

Bem, após encontrar a oportunidade você vai precisar se regularizar, já que o leão do imposto de renda não deixa passar nada. Caso o trabalho remoto seja para empresas no Brasil você pode escolher o modelo CLT ou PJ — recentemente discuti esse assunto numa postagem aqui no blog —  Reforma trabalhista para desenvolvedores.

Já para empresas internacionais, é recomendado que você tenha um contrato de prestação de serviços. Afinal, você não é contratado no modelo formal e esse contrato vai comprovar a origem e legalidade do dinheiro. Existem dezenas de modelos de contrato de prestação de serviço pela internet, mas lembre-se que cada caso é um caso — entrar em contato com algum advogado ou mesmo algum outro colaborador remoto da mesma empresa é uma boa jogada para não ter erro.

Pagamentos

Existem diversas opções quando falamos do pagamento. Obviamente, para trabalho remoto em empresas brasileiras não existe mistério algum, porém quando falamos de empresas internacionais precisamos escolher corretamente que plataforma/meio usaremos para garantir a sua segurança jurídica e não ter problemas na hora de declarar o imposto referente ao valor recebido.

  • Swift: Amplamente usado pela comunidade de desenvolvedores, é possível receber o dinheiro através de uma transferência bancária. É necessário apenas enviar todos os dados da transação para que a empresa no exterior possa efetuar o envio para um banco no Brasil. Apesar de ser extremamente simples de se fazer, a grande desvantagem do Swift é a cobrança de custos dos dois lados da operação.
  • Paypal: Talvez o mais conhecido de todos, o PayPal é uma ferramenta estável, segura e com credibilidade no mercado, sendo uma solução simples de se usar. Porém, é necessário ter cuidado ao usar a plataforma com empresas que você está fazendo negócios e ainda não adquiriu total confiança. Existem relatos de empresas que entraram com uma disputa e o dinheiro foi congelado sem retorno. Má fé existe em todo o lugar — vá com cautela e faça o máximo de pesquisa sobre a empresa antes de escolher esta forma de pagamento.
  • TransferWise: Aqui a empresa efetua o envio do dinheiro e ele cai automaticamente na sua conta, geralmente no prazo de 1 dia útil. A grande vantagem dessa opção é a baixa taxa cambial ou como eles mesmo falam — a taxa de câmbio justa. Outra opção similar ao TransferWise é o Xoom, um serviço do PayPal.
  • Husky: O Husky é um startup brasileira que promete simplificar o processo de pagamento para trabalhadores remotos. Você envia a sua documentação e a da empresa para que o Husky possa fazer a curadoria. Aprovada a documentação eles disponibilizam contas bancárias no exterior. Você repassa os dados bancários para a empresa que vai pagar e assim que identificam um pagamento em seu nome, transferem o dinheiro em reais direto em sua conta do Brasil, tudo isso cobrando apenas uma taxa única. Simple as Pie.
  • Bitcoin: Apesar do buzz que a criptomoeda vem fazendo nos últimos anos, ainda são poucas pessoas que optam por essa modalidade. Sua grande vantagem é a quase inexistência de taxas para movimentação entre países e a baixa burocracia. Utilizar essa solução no início não é tão simples, porém existem diversos fóruns e sites na internet que podem te ajudar como o BitcoinBrasil.

Conclusão

Escolher se tornar um programador remoto ou freelancer exige responsabilidade mas pode ser um grande salto para uma vida mais plena e feliz. Então eu aconselho que caso esse seja o seu desejo, você se organize para ter alguns meses financeiramente garantidos para poder iniciar sem desespero. Pois terá meses que irá chover Jobs e outros que não aparecerão nada, então é imprescindível ter um dinheiro guardado para essas ocasiões.

Por experiência digo que para mim o mês de novembro a março são os meses mais difíceis de aparecer jobs então fica o alerta.

 

Obrigado pelo seu tempo!

Se você gostou e achou esse conteúdo útil para você, compartilhe-o para que outras pessoas tenham acesso.

TAGS: Carreira, Desenvolvedores, Developer, Home Office, Programação, Remote Working, Trabalho Remoto

Author

José Roberto

Desenvolvedor Full Stack há mais de 16 anos e mais de 400 projetos desenvolvidos, apreciador de coisas simples(Churrasco, Futebol, Família), um apaixonado pelo seu trabalho e especialista na plataforma WordPress.